Quando efetuar inspeção a instalação de gás

 

Devem realizar-se inspeções a instalações de gás sempre que ocorra uma das seguintes situações:

  • Alterações no traçado, na secção ou na natureza da tubagem, nas partes comuns ou no interior dos fogos;
  • Fuga de gás combustível;
  • Interrupção de fornecimento de gás por motivos técnicos;
  • Novo contrato de fornecimento de gás combustível ou outras situações não contempladas pelos outros tipos de inspeções.
  • As Inspeções Iniciais devem ser realizadas sempre que é necessário abastecer uma instalação de gás nova.
  • Devem realizar-se Inspeções Extraordinárias a instalações de gás sempre que as instalações de gás sejam convertidas do gás butano ou propano para gás natural.

As Inspeções Periódicas devem ser inspecionadas com a seguinte periodicidade:

  • Três anos, para as instalações de gás afetas à indústria turística e de restauração, a escolas, a hospitais e outros serviços de saúde, a quartéis e a quaisquer estabelecimentos públicos ou particulares com capacidade superior a 250 pessoas;
  • Três anos, para instalações industriais com consumos anuais superiores a 50000 m3 de gás natural, ou equivalente noutro gás combustível.
  • Cinco anos para instalações de gás executadas há mais de 10 anos e não tenha sido objeto de remodelação.